Posts tagged Fotografa Casamentos Sintra
Marta & Afonso - A city Wedding in Lisbon - Montes Claros
 

Por vezes demoro bastante tempo a publicar no blog algo que fotografei num momento específico da vida. Mas nem sempre consigo evitar revisitar um dia tão lindo apenas passado um pouco mais tempo do que seria de esperar, depois de ser testemunha desses momentos em tempo real. Parece que me desloco a uma nuvem de nostalgia imensa e intensa, e isso é tão bonito.

A Marta e o Afonso são duas almas lindas que amam a sua cidade, as suas pessoas e o seu incrível ser de quatro patas que é o Zé. Hoje a sua família tão bonita já tem mais um membro, e eu sinto-me tão grata de poder testemunhar o que de tão bom e bonito acontece àqueles que em mim confiaram, durante o resto da sua vida.

Sinto-me imensamente grata por vocês os dois Marta e Afonso. Para comemorar também isso, aqui está uma selecção do vosso dia e das memórias que criaram através de tanto amor.

-


Sometimes it takes me a long time to blog but I can’t help but want to revisit beautiful days only a bit after actually witnessing them in real time. It feels like I move into an immense and intense cloud of nostalgia and it is so beautiful.

Marta and Afonso are two beautiful souls who love their city, their people and their four-legged Zé. Today their beautiful family has already another member, and I feel so grateful to be able to witness everything so beautiful that comes to those who have trusted in me.

I feel immensely grateful for you two Marta and Afonso. So here’s a selection of your day and the memories that you have made through so much love.

 
Inês & Renato - Winter Wedding at Hotel da Estrela
 

Sometimes you plan a wedding and the weather does not abide by your hopes and dreams. Sometimes you are unable to hide the cloud of disappointment and other times you just go with whatever the universe has planned for you. On this day, an October day 3 years ago, Inês and Renato said they yes on a slightly different place they had planned but with the same strength they would have done with if the day had gone along their exact plans from the beginning. Because it just feels the most important part is already at work. They were going to party amongst their favorite people and nothing would break the chain of massive fun they wanted to have. The magistral and powerful set of yeses they said during an outpour of rain outside meant the same as if they had been said a the end of a rainbow. And that’s exactly where they found themselves: completely inside a rainbow, treasured immensely by those present and it mattered nothing else other than this - they were together and all was as perfectly as it could ever come to be.

 
Souls wild at heart // A Wedding in Serra Da Estrela Natural Park
 

A kind of wilderness that words can not unwire, uncover, explain. I am still trying to comprehend the new things that were born on this day, in my life. Sometimes I can not truly word how much of what I do changes me. This day was 3 years ago, and I recall it all so vividly. I love Serra da Estrela with an unexplainable fire, always did. But to shoot a day like this, a love like this, emotions shining so brightly as they did right in the heart of it; when the day melts and you melt away with it - seemingly blending into one. I felt as if I was watching the most beautiful spectacle in the world. As if it was all meant to be that I was there. So that I could love what I do so much more fiercely. That I could understand that I might be worth a bit more to people than I at first understood. That my art matters, that it is possible to freeze so much more than just a moment in what I end up delivering. And that these people changed my life so much. Enriched it. Made it so much more worthy. And so much more golden. I still have no words to give and to try and explain the kind of honor and gratitude I still feel for all that unfolded on this day, under that big “carvalha”, where they shouted into the skies there was no other way other than this way; together always as one big family that could love no more than how they already did.

And as per usual this is going to be long. It deserves so.




 
Lisa & Seva | Sintra
 

I've been thinking about this session very often lately, yet again. It strikes me as pure luck that strangers find me and feel that what I create moves them. It moves me for the luck I gather to be able to have the humble gratitude to be the chosen one. Picking someone to navigate who you are and what you have together is tough and should resonate within you immensely. The choice of photographer should be an important one. I am so very grateful for being the choice of so many beautiful people. 

Lisa and Seva are beautiful beings. I still don't have words to explain how their relationship moves me deeply. Sometimes you have quietness in sessions which translates a lot of emotion and sometimes you have giggling full of fun ones that could not express that emotion better, either. This is one of the most honest, raw and happy sessions I've ever had. I think you can see why. 

 
Maria & Miguel | Cascais Engagement
 

I am the kind of person that cries behind my camera in the middle of ceremonies, and that laughs out loud when a kid eats part of the cake before being cut, and I am so, so grateful for the couples that allow me to be myself, that accept who I am entirely. 

Maria and Miguel gave me that possibility. The possibility of being myself, of knowing who they are and what they love about each other. This is yet still work from 2015 and I remember this day as clear as it was yesterday. I am getting there at sharing, y'all. 

 
Filipa & Tiago | Wedding Photography | Vila de Sintra | Portugal
 

A Filipa e o Tiago casaram-se em Novembro. E eu cada vez mais me apercebo que amo, amo casamentos de Inverno. É um risco. A chuva. A humidade que tanto embaraça o cabelo.  Mas dos meus casamentos favoritos de todos os tempos foram passados debaixo de chuva torrencial. Ou na promessa dela.  Ou simplesmente em tempo mais frio, casacos rente à pele e os rapazes confortáveis sem sentirem calor por debaixo das camisas e fatos. Em 2014 o tempo foi um turbilhão inesperado. Setembro com dois casamentos em chuva torrencial, e um em Março frio mas seco. Uma troca bem vinda, pois no fundo tudo correu exactamente como deveria, e foram casamentos lindos. O mesmo aconteceu com o casamento da Filipa e do Tiago. 

A Filipa escreveu-me uns meses antes do casamento e  abriu logo o seu coração. Sempre quis ter um casamento grande. Com muita gente, uma celebração inesquecível, com tudo aquilo a que tem direito. No entanto inesperadamente uma das pessoas para quem a celebração oficial significava tanto, desde que a Filipa estava unida com o Tiago há cerca de 10 anos, o seu avô, partira para sempre uns meses antes e ela havia tomado a decisão de que iria casar, não só por desejo do seu avô e avó ainda presente e para quem essa celebração era igualmente importante, mas também porque queria finalmente fazê-lo tendo o Simão, o seu filho, como testemunha crucial desse passo. Apesar de ter de abrir mão ao casamento com o qual sempre sonhara não desistiu de ainda que tendo uma festa mais simples que esta fosse a sua cara e na qual pudesse ter presentes as pessoais mais importante das suas vidas. E a simplicidade ganha sempre. A recepção foi num espaço lindo, simples mas que falou tanto deles ainda assim. E nem será necessário referir o serviço e a qualidade da comida, que foi de chorar por mais. Foi um dia feliz, genuinamente entregue ao mais importante. Um dia cheio de lágrimas felizes e de pessoas que não as limpam em jeito de vergonha. Pois a felicidade mais pura é revestida delas. Nas palavras de Filipa e do Tiago (e também do Simão):

"Emoção! É a palavra que melhor descreve o dia que vivemos! Após 10 anos de vida em comum, foi a renovação das certezas que temos e a certeza de dúvidas que já existiram! Foi emotivo, desde o início e até ao fim do dia! Com pouco tempo de preparação, dificuldades e a convicção de que seria aquela data, aquela hora e com aquelas pessoas... foi uma conjuntura perfeita em todos os passos que demos, em todas as decisões que tomamos e em tudo aquilo que cedemos, porque a vida simplesmente não permitiu que fosse possível!

Bati de frente com o trabalho da Madalena e soubemos que era exactamente "aquilo"! A Essência que procurávamos! E só ela pode tornar o sonho em realidade! Com grandiosidade, com humildade, com coração aberto... e cheio... Há poucas pessoas que nos tocam como a Madalena me tocou...que nos fazem chorar ao receber tamanho carinho e bondade, sem nos conhecer ou sem pedir qualquer retorno! Queria um dia poder fazer por ela, um bocadinho que fosse do que ela fez por nós! Gratidão e Amizade serão para a vida... não há dúvida! Quando vimos o trabalho final, foi extasiante perceber que transmite exactamente o que o dia foi para nós! Quase irreal de tão soberbo! Emotivo! Cada fotografia é parte de um relato documentado de cada momento daquele dia, do mais simples vaso, à mais complexa troca de olhares... A simplicidade e complexidade de emoções andaram de mãos dadas...e isso é notório! Ao folhear, foto a foto, quando numa nos estampa um sorriso e na seguinte nos derrama uma lágrima!

Emoção!  Em cada pessoa que esteve, em cada beijo e abraço que demos, em cada sorriso, lágrima e gargalhada, nossos... ou de qualquer um ali presente! Foi um dia Feliz! Que reflectiu 10 anos, com o testemunho do nosso filho, de todos o mais importante, com a nossa família, com os amigos que ficaram, com os que estão, com os que permanecem! Todas as pessoas que não abandonam o barco, que acreditaram e acreditam em nós todos os dias, e em quem nós acreditamos também! Houveram lugares vazios... que jamais voltaremos a ver ocupados, como em outros tempos... coração apertado! Emoção! Porque podemos partilhar e simbolizar num dia único o que nos une, do que somos feitos e onde queremos estar! Quando vejo as fotos, e vejo, vezes e vezes sem conta, estou lá outra vez! A Madalena tornou isto e talvez algo mais, eterno...Obrigada!"