Posts tagged Sintra
Lauren and Marty - Sintra Moody Wedding Photography
 

Sometimes you’re reminded of how impactful the simple things can get to be, how they can beautifully get to us, under our skin. This day was so long ago already but I didn’t want it to go by unpublished because it always reminds me of the why I started shooting weddings. Sometimes I get to photograph absolutely masterly put together weddings, aesthetically driven colossus, and I am so so grateful for that. But other times I get to photograph simplicity and to be honest that’s where this honour gets to me. And Lauren and Marty will always remain some of my favorite people in this life.

It rained and sunned on this day. The passing of the seasons in a single day. And not for a moment they took their eyes from each other. From the first look to the ceremony to the sharing of moments with their closest family and family who traveled all the way from Ireland and other parts of the world to celebrate their love with each other. To teary and funny speeches and to the presence of even those who were gone too soon (yet never truly gone), present in little tokens on their attire and hearts, this was a day that is full of what I love most to document. And not only to document but to also witness as a girl who believes kindness to be the most powerful foundation of humanity. And that is what I found in Lauren and Marty,

A day filled with wonder of the simplicity, against the odds of life’s turns and twists. They found each other and that is what they vowed to protect from this day on - the singleness of a moment their worlds collapsed and made it possible to carry love as an emblem.

Also the party was insanity represented. And I loved every moment of this day.

 
Filipa & Tiago | Wedding Photography | Vila de Sintra | Portugal
 

A Filipa e o Tiago casaram-se em Novembro. E eu cada vez mais me apercebo que amo, amo casamentos de Inverno. É um risco. A chuva. A humidade que tanto embaraça o cabelo.  Mas dos meus casamentos favoritos de todos os tempos foram passados debaixo de chuva torrencial. Ou na promessa dela.  Ou simplesmente em tempo mais frio, casacos rente à pele e os rapazes confortáveis sem sentirem calor por debaixo das camisas e fatos. Em 2014 o tempo foi um turbilhão inesperado. Setembro com dois casamentos em chuva torrencial, e um em Março frio mas seco. Uma troca bem vinda, pois no fundo tudo correu exactamente como deveria, e foram casamentos lindos. O mesmo aconteceu com o casamento da Filipa e do Tiago. 

A Filipa escreveu-me uns meses antes do casamento e  abriu logo o seu coração. Sempre quis ter um casamento grande. Com muita gente, uma celebração inesquecível, com tudo aquilo a que tem direito. No entanto inesperadamente uma das pessoas para quem a celebração oficial significava tanto, desde que a Filipa estava unida com o Tiago há cerca de 10 anos, o seu avô, partira para sempre uns meses antes e ela havia tomado a decisão de que iria casar, não só por desejo do seu avô e avó ainda presente e para quem essa celebração era igualmente importante, mas também porque queria finalmente fazê-lo tendo o Simão, o seu filho, como testemunha crucial desse passo. Apesar de ter de abrir mão ao casamento com o qual sempre sonhara não desistiu de ainda que tendo uma festa mais simples que esta fosse a sua cara e na qual pudesse ter presentes as pessoais mais importante das suas vidas. E a simplicidade ganha sempre. A recepção foi num espaço lindo, simples mas que falou tanto deles ainda assim. E nem será necessário referir o serviço e a qualidade da comida, que foi de chorar por mais. Foi um dia feliz, genuinamente entregue ao mais importante. Um dia cheio de lágrimas felizes e de pessoas que não as limpam em jeito de vergonha. Pois a felicidade mais pura é revestida delas. Nas palavras de Filipa e do Tiago (e também do Simão):

"Emoção! É a palavra que melhor descreve o dia que vivemos! Após 10 anos de vida em comum, foi a renovação das certezas que temos e a certeza de dúvidas que já existiram! Foi emotivo, desde o início e até ao fim do dia! Com pouco tempo de preparação, dificuldades e a convicção de que seria aquela data, aquela hora e com aquelas pessoas... foi uma conjuntura perfeita em todos os passos que demos, em todas as decisões que tomamos e em tudo aquilo que cedemos, porque a vida simplesmente não permitiu que fosse possível!

Bati de frente com o trabalho da Madalena e soubemos que era exactamente "aquilo"! A Essência que procurávamos! E só ela pode tornar o sonho em realidade! Com grandiosidade, com humildade, com coração aberto... e cheio... Há poucas pessoas que nos tocam como a Madalena me tocou...que nos fazem chorar ao receber tamanho carinho e bondade, sem nos conhecer ou sem pedir qualquer retorno! Queria um dia poder fazer por ela, um bocadinho que fosse do que ela fez por nós! Gratidão e Amizade serão para a vida... não há dúvida! Quando vimos o trabalho final, foi extasiante perceber que transmite exactamente o que o dia foi para nós! Quase irreal de tão soberbo! Emotivo! Cada fotografia é parte de um relato documentado de cada momento daquele dia, do mais simples vaso, à mais complexa troca de olhares... A simplicidade e complexidade de emoções andaram de mãos dadas...e isso é notório! Ao folhear, foto a foto, quando numa nos estampa um sorriso e na seguinte nos derrama uma lágrima!

Emoção!  Em cada pessoa que esteve, em cada beijo e abraço que demos, em cada sorriso, lágrima e gargalhada, nossos... ou de qualquer um ali presente! Foi um dia Feliz! Que reflectiu 10 anos, com o testemunho do nosso filho, de todos o mais importante, com a nossa família, com os amigos que ficaram, com os que estão, com os que permanecem! Todas as pessoas que não abandonam o barco, que acreditaram e acreditam em nós todos os dias, e em quem nós acreditamos também! Houveram lugares vazios... que jamais voltaremos a ver ocupados, como em outros tempos... coração apertado! Emoção! Porque podemos partilhar e simbolizar num dia único o que nos une, do que somos feitos e onde queremos estar! Quando vejo as fotos, e vejo, vezes e vezes sem conta, estou lá outra vez! A Madalena tornou isto e talvez algo mais, eterno...Obrigada!"

 

 
Catarina + Luís | E-session | Sintra, Portugal
 

Até hoje continuo a lembrar-me tão bem das cores da natureza neste dia. Os verdes mais verdes que já alguma vez tinha visto. Amarelos que eram um sonho também. Um Verão convertido em Primavera. E estes dois abraçaram a sua timidez como se estivessem a abraçar a própria natureza. E este é o resultado. O casamento foi tão especial como eles são e mal posso esperar para partilhar as minhas imagens preferidas desse dia. Mas por agora as fotografias da sua E-session mostram o amor que sentem um pelo o outro e são prova de como serem o que realmente são é tudo o que é preciso para criar imagens intemporais. 

To this day I still remember the colours of the nature happening while I shot away. Greener greens I've ever seen. The yellows were a dream too. Like a Summer turned into Spring.  And these two embraced their shyness like they were embracing nature itself. And this is the result. Their wedding day was as special as they are and I can't wait to share my favourite images from then. For now a few of their engagement images can give you a little peak of the love they have for each other and proof that being who you are is all it takes to create timeless images. 

 

 
Inês + Iñaki | Adega de Colares | Colares, Sintra
 

Chuva. Amor. Nevoeiro. Celebração. 

Inês estava absolutamente de tirar o fôlego e a lutar com os nervos apenas sendo ela mesma. Iñaki estava verdadeiramente expectante e entusiasmado. Eles são mesmo feitos um para o outro.

Às vezes parece que há mesmo um plano maior que estava já predestinado. Não importa quantas vezes eu tento explicar como me sinto honrada em poder fazer parte destes dias tão mágicos, palavras nunca serão suficientes para traduzir este sentimento que acabo por trazer e acarinhar junto a mim. Este dia foi ainda melhor.

Ter a oportunidade de atravessar e nutrir caminhos tão estranhos e de outro modo tão improváveis de acontecer, que tudo na realidade passa a ser quase literalmente mágico. Não só por estar tão perto da acção mais crua, mas por poder estar no meio de verdadeiro amor. No meio de tudo isso tudo o que eu posso acabar por sentir é uma total e honesta gratidão.

Inês e Iñaki são especiais.  Eu cruzei caminho antes com Inês durante o secundário, mas perdemos contacto durante todos estes anos. Sinto-me tão humildemente agradecida por o meu trabalho nos ter dado a possibilidade de nos encontrarmos novamente e de fazer com que voltasse a entrar em contacto com alguém com quem eu provavelmente nunca iria voltar a conversar, quanto mais a documentar! Que ela batalhou tanto para me ter a fotografar o seu casamento e para me ter presente, não há maior conquista que essa.

Quando eu chego e me abraçam e sabem o meu nome, completos estranhos que me convidam para comemorar juntamente com eles. Não há palavras para descrever esse sentimento.

Vou apenas deixar as fotografias falar por mim.

Peço desculpa também, porque isto vai ser ridiculamente longo.
                                     ______________________________________________________________________________

Rain. Love. Fog. Celebration. Warmth. 

Inês is an absolute beauty and was fighting the nerves only by being herself. Iñaki was brilliantly expectant and quietly enthusiastic. They are truly the perfect match. 

Sometimes it feels there's simply a greater plan at work. No matter how many times I try to explain how honored I feel that I get to be part of such magical days, those words will simply never be enough to translate this feeling I end up bringing and cherishing along with me. This day was even better. 

I get to cross and nourish paths so strange and otherwise so unlikely to happen, it turns to be almost magical, really. Not only to be so close to the raw action, but to be in the middle of love. In the midst of all this all I can end up feeling is utter and honest gratitude.

Inês and Iñaki are special. I crossed paths before with Inês back in highschool, but we lost contact during all these years. I feel so humbly grateful that my work brought us together once more and to be able to get back in touch with someone who I would probably never hear from again. That she fought hard to have me shoot their wedding and have me present, there's no bigger conquer than that.  

When I get hugged and people know my name, complete strangers that invite me to celebrate along with them. There's no words to describe such feelings. 

I will just let the photos do the speaking. 

Also I apologize because this is going to be ridiculously long.